Nunca faça isso: Óleo Solúvel no Radiador!

No mundo automotivo, o óleo solúvel tem sido alvo de especulação quanto ao seu uso no radiador. Enquanto na indústria de usinagem ele desempenha um papel vital, sua aplicação no sistema do seu carro levanta sérias preocupações. Embora possa parecer benéfico para as partes metálicas à primeira vista, um detalhe crucial deve ser considerado: o óleo solúvel pode ser devastador para mangueiras, juntas e, ainda mais alarmante, pode gerar resíduos que potencialmente entupirão galerias cruciais do sistema de refrigeração.

Porque dizem que é bom usar óleo no radiador?

O apelo inicial reside na capacidade do óleo solúvel de proteger e lubrificar as peças metálicas. Contudo, seu impacto no sistema do veículo pode ser catastrófico. As características corrosivas desse tipo de óleo são o principal motivo para evitá-lo a todo custo. As mangueiras e juntas, essenciais para o funcionamento eficiente do sistema de arrefecimento, são particularmente vulneráveis. A interação do óleo solúvel com essas peças resulta em danos que podem levar a vazamentos e, consequentemente, ao superaquecimento do motor.

LeiaTambém

Porque definitivamente não usar óleo no radiador?

Além disso, os resíduos gerados pelo óleo solúvel são uma ameaça silenciosa. Eles têm o potencial de acumular-se ao longo do tempo, formando depósitos que obstruem as galerias do sistema de refrigeração. Esse acúmulo reduz a eficiência do sistema, comprometendo a capacidade de dissipar o calor adequadamente, o que, por sua vez, pode resultar em danos irreversíveis ao motor.

Entenda o uso correto do liquido de arrefecimento

Por outro lado, a escolha do líquido correto para o sistema de arrefecimento é crucial. A recomendação padrão é a mistura de 50% de aditivo concentrado com 50% de água desmineralizada. Essa combinação proporciona proteção contra congelamento e superaquecimento, além de prevenir a corrosão e a formação de depósitos indesejados no sistema.

Adicionalmente, existem aditivos de qualidade, como o Bio Long Life da Procooler, que vêm prontos para uso e oferecem benefícios adicionais. Esses produtos são desenvolvidos especificamente para garantir a eficiência do sistema de arrefecimento. O Bio Long Life, por exemplo, não apenas protege contra a corrosão e o superaquecimento, mas também prolonga a vida útil das peças, mantendo o motor em ótimo estado de funcionamento.

BioLong Life Procooler

Em suma, enquanto o óleo solúvel representa uma ameaça ao sistema de arrefecimento, a escolha do líquido correto é fundamental para o bom desempenho do seu veículo. Optar por uma mistura adequada de aditivo concentrado com água desmineralizada ou investir em produtos como o Bio Long Life da Procooler garante a proteção e o funcionamento confiável do sistema de refrigeração, proporcionando uma vida mais longa e saudável ao seu motor.

Quer garantir a saúde do seu sistema de arrefecimento? Clique aqui e confira o aditivo BioLong Life da Procooler!

Leia também: ” Quanto Custa para Colocar Gás no Ar Condicionado do Carro?

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *